Autárquicas: listas do PS sem “históricos”

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • Autárquicas: listas do PS sem “históricos”

As listas do Partido Socialista aos órgãos autárquicos do concelho da Guarda, que vão ser apresentadas no próximo sábado numa sessão pública no anfiteatro exterior da Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço, confirmam uma ruptura com as linhas “históricas” do partido, ao incluir elementos que filiaram há poucos meses no PS e simpatizantes de outros partidos, como o PSD e o CDS.

Tal como a Rádio tinha avançado já em meados de Abril e confirmado no início de Julho [recordar notícias aqui e aqui], Eduardo Brito reservou, desde o início, os lugares cimeiros da lista à Câmara para Pedro Fonseca e Cristina Correia. Ambos são as primeiras escolhas pessoais do candidato, como o próprio admitiu em entrevista à Rádio em Junho.

O cabeça de lista do PAN (Pessoas, Animais e Natureza) pelo círculo da Guarda, nas eleições legislativas de 2015, abandonou aquele partido em meados do ano passado e liderou o grupo de cerca de 200 novos militantes que aderiram ao Partido Socialista no concelho da Guarda.

Pedro Fonseca tem sido desde então o principal operacional da candidatura do PS às autárquicas e deverá, a seguir às eleições de 1 de Outubro, concorrer à liderança da comissão política concelhia, ao mesmo tempo que Eduardo Brito avançará para a federação distrital. O potencial número de votos de novos filiados será um activo essencial nessas disputas internas – razão principal para que ninguém questione o lugar de destaque (segundo na lista à Câmara) do activista ambiental.

Em terceiro confirma-se o nome de Cristina Correia, que fez parte, equanto eleita pelo PSD, de executivos da junta da antiga freguesia urbana de São Miguel da Guarda, presididos por João Prata.

Em quarta posição concorre Manuela Simões, professora no Instituto Politécnico, seguido do mandatário para a Juventude, Manuel Simões.

Ana Sofia Teixeira, psicóloga, ocupará o sexto lugar. Em sétimo surge Nuno Fernandes, bancário. E em oitavo a enfermeira Nélia Faria, que integra o conselho de administração da Unidade Local de Saúde da Guarda.

Estes são os nomes que, a dois dias da apresentação pública das listas, a Rádio pode avançar como certos no elenco que concorre à Câmara.

Para a Assembleia Municipal decorrem ainda, ao que Rádio apurou, as habituais negociações de última hora. Segundo fontes partidárias, Joaquim Carreira não estará a ter tarefa fácil na tentativa de conciliação das várias correntes e o elenco poderá ter ajustamentos até ao dia da apresentação.

Certo é que o cabeça de lista, e actual vereador, já terá tomando duas decisões aparentemente irreversíveis em relação aos lugares cimeiros: Conceição Santos, técnica da Segurança Social, concorrerá na terceira posição; e Carlos Santos, o histórico que presidiu à federação distrital e que há quatro anos foi em número dois à Assembleia, não verá renovado o mesmo lugar de destaque.

Tudo o resto está em aberto. Mas Joaquim Carreira já terá comunicado a vários dos actuais eleitos que não tenciona incluí-los nos primeiros lugares, desafiando-os a assumirem posições mais próximas da “linha de água” dos actuais 15 membros que o PS tem no primeiro órgão autárquico – de modo a darem um sinal de confiança na manutenção ou até no reforço da bancada socialista.

Ainda assim, em lugares elegíveis deverão surgir militantes que se destacaram no actual mandato ou que têm um papel institucional em órgãos do partido, como António Monteirinho, António Carlos Santos, António Saraiva, Armando Reis e Daniel Osório. O presidente da comissão política concelhia, João Pedro Borges, não deverá concorrer em nenhuma lista.

Outras posições cimeiras serão preenchidas por vários dos novos filiados. E é praticamente certo que Adelaide Campos regresse à bancada de que fez parte em anteriores listas do PS.

O segundo poderá estar reservado a Cláudia Teixeira. A militante do CDS, que foi candidata à Câmara em 2009, apoia nestas eleições a candidatura do PS e será a escolha tanto de Joaquim Carreira como de Eduardo Brito para dar um sinal de «abertura à sociedade» no topo da lista para o órgão fiscalizador.

Cláudia Teixeira terá sido um dos nomes ponderados por Eduardo Brito numa fase inicial da escolha do candidato à Junta de Freguesia da Guarda, para onde foi indicado o líder distrital da Juventude Socialista, Fábio Pinto.

Os candidatos à Câmara e à Assembleia estarão em sintonia na defesa do nome da militante centrista enquanto «mais-valia» para a futura bancada socialista e querem, segundo fontes partidárias, jogar a cartada do segundo lugar na lista. Resta saber se conseguirão vencer as resistências de vários sectores do partido, que não estarão dispostos a abdicar de uma posição tão importante para uma não militante – e adversária em eleições anteriores – ou se a própria, que terá já sido convidada para número dois, aceitará outro lugar.

Na formação da lista do PS para a Assembleia Municipal terão também possibilidade de concorrer em lugares elegíveis dois dos elementos responsáveis pela elaboração do programa eleitoral: António Matias Gil e Rui Ribeiro. Agostinho Gonçalves, director de campanha, também terá lugar de destaque.

No próximo sábado será também conhecido o número de freguesias em que o PS concorre com listas próprias. Pedro Fonseca ficou, desde o início, responsável pela coordenação, aqui sem poder abdicar da experiência de Carlos Granjo, um histórico que esteve durante décadas envolvido nestes processos.

São eles quem, nos úiltimos dias, têm feito uma corrida contra o tempo para assegurar que o partido figure no maior número possível de boletins nas 43 freguesias. Segundo fontes partidárias, as melhores expectativas apontavam para a possibilidade de o PS fazer listas em «entre quinze a vinte» destas circunscrições.

 

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.