Viva a liberdade de expressão!

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • Viva a liberdade de expressão!
Abril 26, 2022

Viva a liberdade de expressão!

Recentemente estreou o filme “Salgueiro Maia – O Implicado”, de Sérgio Graciano, sobre um dos mais destacados capitães de Abril e que devemos ver para conhecermos e percebermos o sentido abnegado e altruísta de Salgueiro Maia, como contraponto ao amiguismo, à cunha e oportunismo de que vivemos rodeados. É uma história de ficção baseada em factos históricos, relatos pessoais e revelações sobre um herói que abdicou do interesse próprio, que foi despojado do direito à reforma, com prejuízos para si e para a sua família (a filha, por exemplo, emigrou para o Luxemburgo à procura de emprego, sem regalias, nem vantagens por ser filha de um “capitão de Abril”), e que foi um exemplo na defesa da liberdade e dos direitos dos portugueses, imortalizado pelo seus atos, pela história e pelo poema “A Salgueiro Maia”, de Sophia de Mello Breyner Andresen:

«Aquele que na hora da vitória/respeitou o vencido/Aquele que deu tudo e não pediu a paga/Aquele que na hora da ganância/perdeu o apetite/Aquele que amou os outros e por isso/Não colaborou com a sua ignorância ou vício/Aquele que foi “Fiel à palavra dada à ideia tida”/como antes dele mas também por ele/Pessoa disse».

Segunda-feira, dia 25, comemorou-se mais um aniversário da Revolução que mudou Portugal. Para muitos é mais uma data… Mas é uma data que tem de ser sempre devidamente celebrada, que abriu as portas à liberdade e iniciou o processo de democratização de Portugal. Não podemos esquecer, nem podemos considerar que a liberdade está assegurada, não está, há tiranetes em todas as esquinas.

E oportunistas e demagogos que ocupam todos os lugares. E deformam os pressupostos de igualdade. Vemos como muitas vezes os que andam nos partidos e ligados ao poder por nomeação e compadrio ocupam os lugares, ficam com os empregos. Os jobs for the boys… recordando que, 48 anos depois, os “Vampiros” de Zeca Afonso – eles comem tudo e não deixam nada, está bem presente na sociedade de hoje.

Luís Baptista-Martins

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.