loader

Pinhel sai da lista de concelhos em estado de emergência. Só Sabugal, Gouveia e Aguiar da Beira não entram - Rádio Altitude

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • Pinhel sai da lista de concelhos em estado de emergência. Só Sabugal, Gouveia e Aguiar da Beira não entram - Rádio Altitude

O concelho de Pinhel está entre os 7 que saem da lista de “risco elevado” de propagação da covid-19, deixando assim, à meia-noite de hoje, de estar sujeito às medidas do estado de emergência, designadamente as restrições à circulação e ao funcionamento do comércio e da restauração.

Em contrapartida, há mais 77 concelhos abrangidos na lista de concelhos de risco. A lista passa de 121 a 191 concelhos abrangidos pelas medidas do estado de emergência.

Entre eles estão todos os restantes concelhos do distrito da Guarda que não tinham integrado a primeira lista, à excepção de três: Sabugal, Gouveia e Aguiar da Beira.

Assim, à Guarda, a Trancoso e a Fornos de Algodres juntam-se Vila Nova de Foz-Côa, Figueira de Castelo Rodrigo, Mêda, Almeida, Celorico da Beira, Manteigas e Seia.

Mas nos novos concelhos em risco elevado as restrições só entrarão em vigor à meia-noite de domingo para segunda-feira.

O primeiro-ministro, António Costa, deu conta destas alterações no final da reunião de hoje do Conselho de Ministros, que terminou ao final da tarde.

O critério para a colocação de concelhos sob estado de emergência continua a ser um só: a existência de um mínimo de 240 novos casos por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias, sem levar em conta outros factores, como o tipologia do território (urbano ou rural) ou a densidade populacional.

O Governo segue, assim, o padrão único definido pelo Centro Europeu para o Controlo de Doenças.

Penamacor e Proença-a-Nova, no distrito de Castelo Branco, também entram em estado de emergência. Estes concelhos juntam-se aos de Fundão, Covilhã, Castelo Branco, Belmonte, Vila Velha de Ródão e Idanha-a-Nova.

Entretanto, o Governo ordenou hoje o encerramento do comércio e restauração às 13h00 nos dois próximos fins de semana e a abertura dos estabelecimentos só pode ocorrer a partir das 08h00.

«A regra é tudo fechado às 13h00», disse António Costa em conferência de imprensa após a reunião do Conselho de Ministros.

Os restaurantes só podem funcionar a partir das 13:00 para entrega ao domicílio, esclareceu o primeiro-ministro.

António Costa anunciou ainda que haverá um apoio de 20% da perda de receitas dos restaurantes nos dois fins de semana face à média dos 44 fins de semana anteriores (de janeiro a outubro 2020).

Fora da obrigatoriedade de fechar a partir das 13h00 e de abrir a apenas a partir das 08h00 estão as farmácias, clínicas e consultórios, veterinários, estabelecimentos de venda de bens alimentares com porta para a rua e até 200 metros quadrados de área, bombas de gasolina, padarias e funerárias.

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.