loader

Um pioneiro do poder local regressou ao lugar onde foi feliz para defender «a vertente cultural» da paisagem rural

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • Um pioneiro do poder local regressou ao lugar onde foi feliz para defender «a vertente cultural» da paisagem rural

Não esqueçamos as características genuínas que poderão distinguir a Guarda enquanto candidata a Capital Europeia da Cultura. O apelo foi deixado, na última sessão da Assembleia Municipal, por um pioneiro do poder local democrático no concelho.

António Barbosa, que em Abril de 1974 integrara o Movimento das Forças Armadas, foi presidente da Junta de Freguesia de Maçaínhas, eleito nas autárquicas de 1979. Nessa qualidade teve assento por inerência na Assembleia Municipal, então presidida por António Almeida Santos.

Regressou neste mandato ao órgão autárquico deliberativo da Guarda, eleito pelo Partido Socialista, e interveio na sessão da passada sexta-feira para defender «a outra vertente cultural, de que normalmente não se fala quando tratamos da Capital Europeia da Cultura»

«O concelho da Guarda é intrinsecamente um concelho rural, de belas paisagens e de um potencial turístico por excelência», lembrou, considerando que «a cultura faz parte deste potencial».

António Barbosa referia-se à «cultura encontrada nos caminhos rurais, caminhos esses que não devem ser desvirtuados com alcatrão» e que deve ser valorizada com «mais trilhos devidamente marcados e mapeados», «pinhais sem lixo» e «rios, devidamente limpos e tratados, bem como as suas margens».

Estes são exemplos de uma «riqueza cultural, essa sim genuinamente guardense», sublinhou o deputado municipal socialista.

Declarando estar a viver «um dia muito especial» por regressar à tribuna «quarenta e um anos depois», António Barbosa exaltou os presidentes de junta como «os verdadeiros garantes da democracia» e recordou os primórdios e a «vontade enorme de tentar mudar tudo e rapidamente», protagonizada por «grandes figuras, não pela sua grande intelectualidade, mas sim pela vontade de servir as populações».

Os autarcas das freguesias «continuam a representar o que melhor trouxe o 25 de Abril», afirmou, deixando um apelo às novas gerações do poder local: «incentivo-vos a defender os vossos ideais e a continuarem a ser inconformados, intransigentes e incómodos na defesa do povo que vos elegeu».

Oiça aqui o podcast:

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.