Suspeitos de radicalismo viviam há três meses em Malhada Sorda

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • Suspeitos de radicalismo viviam há três meses em Malhada Sorda

Dois irmãos naturais de França mas de ascendência portuguesa, detidos na passada quinta-feira pela Policia Judiciaria da Guarda por posse ilegal de armas, têm de apresentar-se hoje no posto da GNR de Vilar Formoso, apurou a Rádio. A apresentação periódica às autoridades foi a medida de coação aplicada pelo Tribunal da Guarda, depois de ouvidos os depoimentos dos dois homens, ambos com cerca de 30 anos de idade. Em casa e em duas viaturas as autoridades apreenderam-lhes várias armas de fogo e dezenas de munições, armas brancas, um aerossol, telemóveis e tablets. Durante os interrogatórios na PJ e no Tribunal (onde foram acompanhados por um tradutor, por alegado desconhecimento da língua portuguesa) ter-se-ão recusado a fornecer os códigos pessoais de acesso aos equipamentos. Os dois suspeitos terão antecedentes criminais registados em França, por crimes contra o património, furto e burlas. Também estavam na posse de um exemplar do Corão e um deles terá confessado que se converteu ao Islamismo há cerca de quatro anos. Foi este facto que levou as autoridades policiais a desencadearem contactos com organismos internacionais para despistar eventuais ligações a grupos radicais. Todo o material foi apreendido em buscas à residência e às duas viaturas que os dois jovens mantinham estacionadas na aldeia de Malhada Sorda, no concelho de Almeida, onde residem desde o inicio de Novembro em férias e para tratar de assuntos familiares, segundo terão explicado às autoridades. A investigação da PJ foi desencadeada no início de Janeiro, depois de um dos jovens ter sido assistido no Hospital da Guarda a ferimentos numa perna provocados por um disparo. Terá alegado que fora atingido por desconhecidos na própria aldeia de Malhada Sorda, enquanto passeava um cão. Contactado pela Rádio, o Coordenador da Policia Judiciaria da Guarda não quis  gravar declarações, remetendo explicações para mais tarde. 

Oiça aqui:

 

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.