loader

PS: António Saraiva apresenta-se como continuador de José Albano. Mas tem ideias para unir o partido

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • PS: António Saraiva apresenta-se como continuador de José Albano. Mas tem ideias para unir o partido

A primeira declaração de interesses de António Saraiva para concorrer à Federação Distrital do PS é a de que José Albano Marques não pode recandidatar-se. Se assim não fosse, estaria a apoiar o actual detentor do cargo. Com o ainda homem forte dos socialistas sentado na primeira fila, garantindo-lhe todo o apoio da "máquina" distrital, o antigo presidente da concelhia da Guarda mostra-se confiante de que será o próximo líder distrital e assume que os mandatos que agora terminam «devem orgulhar» todos os militantes. Honrar o passado é, por isso, um dos propósitos de António Saraiva, ao mesmo tempo que se declara candidato em resposta «aos apelos» que diz ter recebido em todo o distrito, território que conhece e que percorreu na recente campanha eleitoral para as legislativas, como integrante da lista do PS em quarta posição. Mas o também ex-coordenador do programa Polis e da Agência para a Promoção da Guarda diz ter novas ideias. No plano geral, quer motivar outros agentes (a começar pelos dois deputados eleitos) para exigirem a conclusão do projecto original do Hospital da Guarda, assim como investimentos nas acessibilidades à Serra da Estrela e outras medidas, designadamente para o ensino superior, a justiça e a fiscalidade. Na esfera partidária, Saraiva quer criar desde já um grupo de trabalho para as eleições autárquicas, focado especialmente no objectivo de recuperação da Câmara da Guarda em 2017. O vereador Joaquim Carreira e os antigos vereadores Vítor Santos e Gonçalo Amaral encontravam-se entre os apoiantes na apresentação da candidatura (esta sexta-feira), assim como o líder da bancada do PS na Assembleia Municipal, António Monteirinho. Além, claro, de elementos próximos de José Albano na concelhia da capital de distrito, como António Carlos Santos e, também, o antigo presidente da federação (e um dos principais impulsionadores da estratégia autárquica em 2013 na Guarda), Carlos Santos, bem como o recentemente eleito presidente da federação distrital da Juventude Socialista, Fábio Pinto, ou o antigo presidente da autarquia, Abílio Curto. São estes alguns dos rostos com que António Saraiva conta para que o mandato a que concorre venha a ficar marcado pelo sucesso, desde logo nas eleições autárquicas. Até lá, considera-se capaz de unir o partido, até porque se diz vocacionado para o consenso.

Oiça aqui:

 

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.