loader

Portagens: marcha lenta em Novembro na A23 «contra o embuste» dos descontos

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • Portagens: marcha lenta em Novembro na A23 «contra o embuste» dos descontos

A Plataforma Pela Reposição do regime sem custos para o utilizador (SCUT) na A23 e na A25 classifica os descontos nas portagens anunciados pelo Governo como «um embuste» e anunciou uma marcha lenta para dia 20 de Novembro.

»É um embuste porque a maior parte das pessoas, a esmagadora maioria das pessoas, que pretenda ou precise de circular na A23 ocasionalmente não vai ter qualquer desconto e, por outro lado, é tentar obrigar as pessoas a andarem na autoestrada para terem algum desconto», aponta Luís Garra, da União de Sindicatos de Castelo Branco, uma das entidades que engloba a plataforma.

O sindicalista falava no fim de uma assembleia cívica que decorreu na Covilhã, com o objetivo de marcar formas de luta contra o pagamento de portagens.

A iniciativa, que juntou mais de uma centena de pessoas, realizou-se praticamente à mesma hora em que o Governo anunciou um desconto de 25% a partir do oitavo dia de utilização para os veículos de passageiros.

Segundo a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, a redução entrará em vigor a partir de 1 de janeiro de 2021 e também prevê um desconto harmonizado para os veículos de transportes de mercadorias e de passageiros, que passa de 30% para 35% durante o dia e de 50% para 55% durante a noite, fins de semana e feriados.

Os presentes na assembleia cívica aprovaram, por unanimidade, a realização de uma marcha lenta, com partidas da Guarda, Covilhã e Castelo Branco para convergir no Fundão.

«Estamos completamente contra este modelo», frisou Luís Garra, exigindo novamente a abolição das portagens até ao final da legislatura e a suspensão imediata dos pagamentos, até se definir um modelo adequado de redução.

«Vamos mostrar ao Governo que não nos cala, não nos engana porque o que está a tentar fazer é um engano», frisou Luís Garra.

A Plataforma Pela Reposição das SCUT na A23 e A25 integra sete entidades dos distritos de Castelo Branco e da Guarda, nomeadamente a Associação Empresarial da Beira Baixa, a União de Sindicatos de Castelo Branco, a Comissão de Utentes Contra as Portagens na A23, o Movimento de Empresários pela Subsistência pelo Interior, a Associação Empresarial da Região da Guarda, a Comissão de Utentes da A25 e a União de Sindicatos da Guarda.

Oiça aqui:

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.