Pinhel vai desligar iluminação pública para poupar energia

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • Pinhel vai desligar iluminação pública para poupar energia

A Câmara de Pinhel vai mesmo desligar a luzes decorativas da cidade, considerada iluminação pública não essencial,  para baixar os custos da fatura de eletricidade, admite presidente do município. A medida começa já esta quarta-feira.
Rui Ventura lembra que o IVA da eletricidade permanece nos 23 por cento e que o Governo «continua a assobiar para o lado perante um problema gravíssimo do ponto de vista financeiro para as Câmaras Municipais». E a falta de medidas começa a refletir-se na faturação mensal da edilidade, «que normalmente era de 30 mil euros – e falo só de iluminação pública – e já ascende aos 150 mil», revela o autarca. Face à situação, o edil social-democrata diz ser necessário que os municípios comecem a tomar medidas e depois de ter assumido que no caso de Pinhel «uma das possibilidades pode ser o corte de energia [na iluminação pública] à 01h00 em todo o concelho», como também o encerramento de alguns equipamentos municipais, a medida vai mesmo para a frente. Como exemplo, referiu que este mês vão iniciar-se os campeonatos de futebol, com necessidade de treinos diários, o que, tendo em conta o horário de Inverno, implica a iluminação de campos e pavilhões.
Rui Ventura manifestou igualmente preocupação em relação ao preço de outras fontes de energia, como os combustíveis e os “pellets”, utilizadas no aquecimento da piscina municipal coberta. A juntar ao aumento dos custos energéticos, o presidente da Câmara de Pinhel revela que a edilidade tem neste momento «um grave problema» por não estar a conseguir «entrar no mercado regulado» de eletricidade. E lembrou que foi lançado um concurso público internacional para contratação de energia elétrica, que ficou deserto, e outro nacional, em que a empresa concorrente acabou por desistir «tendo em conta a subida de preços». Se decidir desligar a iluminação pública durante a madrugada, a autarquia assume que a medida poderá trazer consequências na segurança dos munícipes, «mas eu pergunto: Então quem tem também a responsabilidade, partilhada connosco, relativamente à segurança das pessoas? Não é o Governo? Então e o Governo não ajuda as Câmaras Municipais relativamente a isto?”, interroga Rui Ventura.

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.