Oposicionistas de 69 vão recordar na Guarda as eleições na “Primavera Marcelista” que afinal era Inverno

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • Oposicionistas de 69 vão recordar na Guarda as eleições na “Primavera Marcelista” que afinal era Inverno

Há cinquenta anos o país vivia nesta semana «uma ilusão». A campanha para a eleições legislativas de 26 de Outubro de 1969 prometia ser um quadro da esperançosa “Primavera Marcelista” e na Guarda, como em todo o país, um grupo de oposicionistas ao regime respondia à chamada e organizava-se para uma lista à então Assembleia Nacional. Era encabeçada por César Tavares e integrava João Gomes, Luís Baeta de Campos, Manuel Tavares Lopes, Silvina Almeida e António Rabaça Pereira. Um momento importante para a conquista da Democracia (que aconteceria cinco anos depois), que vai ser recordado no dia em que se completarem os 50 anos, com um almoço na Guarda, aberto a figuras que intervieram na candidatura ou a familiares. António José Dias de Almeida é um dos promotores e, em entrevista à Rádio, lembra os episódios que rodearam aquelas eleições que Marcelo Caetano prometera livres e justas («tão livres como na livre Inglaterra», teria assegurado o sucessor de Salazar). Mas não o foram. E a oposição não elegeu um único deputado em todo o país. Na Guarda o mais próximo foi a entrada de Francisco Pinto Balsemão na lista do regime pelo distrito, tornando-se depois num dos deputados da “ala liberal” e fundador do semanário Expresso.

Oiça aqui:

 

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.