«Não há nada» para recuperar do antigo órgão de tubos da Sé da Guarda

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • «Não há nada» para recuperar do antigo órgão de tubos da Sé da Guarda

«Não há nada», «não há um único tubo» do antigo órgão da Sé da Guarda que foi danificado durante as invasões francesas e acabaria desmantelado em 1907, na grande requalificação do monumento conduzida pelo arquitecto Rosendo Carvalheira. As peças foram armazenadas no edifício do Seminário Maior mas, mais de um século depois, apenas existem alguns detalhes da talha ornamental. Nenhum componente essencial do antigo instrumento chegou até aos nossos dias. Por isso, o vigário-geral da Diocese, Manuel Pereira de Matos, estranha que a Direcção Regional de Cultura tenha ordenado a substituição do projecto de um órgão novo, que teria já financiamento comunitário assegurado, por outro que se baseia no restauro do que existiu. A espera prossegue, depois de décadas de entraves por parte dos poderes públicos à colocação do instrumento clássico numa das únicas catedrais do país que não tem um.

Oiça aqui:

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.