Médicos, enfermeiros e partidos desistiram da segunda fase do Hospital, lamenta Virgílio Bento

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • Médicos, enfermeiros e partidos desistiram da segunda fase do Hospital, lamenta Virgílio Bento

Onde estavam as organizações representativas dos médicos e dos enfermeiros e os partidos políticos quando o então ministro Paulo Macedo mandou parar as obras do novo Hospital da Guarda e cancelar a segunda fase? A pergunta é feita publicamente por Virgílio Bento, perante os actuais protestos contra o estado da saúde no distrito. Na edição desta semana do programa “O Mundo Aqui”, o antigo vice-presidente da Câmara da Guarda acusa os partidos do poder de terem culpas por esta situação: o PSD e o CDS porque permitiram que a obra parasse; e o PS porque não exigiu ao actual Governo que ela continuasse, aparentemente conformados com a remodelação do chamado Pavilhão 5, um projecto lançado há dois anos pelo anterior conselho de administração da ULS. E garante que o custo do cancelamento da empreitada foi muito superior, tendo em conta que o Estado apenas se responsabilizaria pela componente nacional do financiamento comunitário. Virgílio Bento elogia os intervenientes na decisão de construção do novo Hospital, tomada a partir de 2005, não deixando de destacar que a Guarda deve estar grata ao então primeiro-ministro, José Sócrates, mesmo que ele tenha «caído em desgraça». E lamenta as críticas de que o actual conselho de administração da Unidade Local de Saúde, presidido por Isabel Coelho, tem estado a ser alvo até por parte das estruturas locais do Partido Socialista. «É quem tem menos responsabilidade», sublinha, em «decisões que são políticas e devem ser exigidas ao Governo».

Oiça aqui:

 

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.