Marília Raimundo: «disponível para terceira proposta» de compra ou concessão da Pousada de Juventude da Guarda

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • Marília Raimundo: «disponível para terceira proposta» de compra ou concessão da Pousada de Juventude da Guarda

Nem a Movijovem, como entidade gestora da rede, nem a Secretaria de Estado do Desporto e Juventude responderam ao interesse manifestado por um investidor que pretendia dar uso à Pousada da Juventude da Guarda, encerrada fez este mês quatro anos. Em Fevereiro de 2012 foram fechadas cinco unidades, supostamente por falta de condições de funcionamento. Além da Guarda, também Setúbal, Leiria, Vila Real e Portalegre ficaram sem as pousadas. Desde então tanto associações juvenis como privados aguardam decisões sobre propostas para a reabertura do edifício da Avenida Alexandre Herculano. Há cerca de um ano, numa das últimas visitas que fez à cidade, o  então secretário de Estado do Desporto e Juventude, Emídio Guerreiro, quando questionado pela Rádio, respondeu à pressa que estudava uma solução e que tinha preocupações mais importantes. Isto depois de ter confessado, um ano antes, que não sabia o que fazer [recordar aqui] e de, em Novembro de 2014, ter confirmado a existência de negociações para a possível instalação do comando da PSP no edifício [notícia aqui]. Mas o mandato terminou e nada foi decidido. Porém, nestes quatro anos o governo teve em cima da mesa várias propostas. Uma delas da antiga Fundação Augusto Gil, agora Fundação João Bento Raimundo, situada na vizinhança do edifício do Instituto Português do Desporto e Juventude. Marília Raimundo, presidente do conselho de administração, é comentadora no programa “O Mundo Aqui” e, na edição desta semana, declarou-se disponível para reiterar a intenção anteriromente formalizada de concessão ou compra da pousada. A ideia seria dar-lhe uso como residência de alunos da Escola Profissional da Guarda (que pertence ao universo da Fundação) e, aos fins-de-semana e nas férias, abrir ao turismo juvenil. A fundação admite assim alargar o património relacionado com o universo da Escola Profissional, depois de já ter aquirido o edifício onde funciona o estabelecimento de ensino [recordar aqui] e de também ter investido na requalificação do Centro Apostólico D. João de Oliveira Matos para a instalação temporária de residência de estudantes [notícia anterior aqui]. A Escola Profissional da Guarda tem actualmente cerca de 500 alunos e toda a fundação emprega mais de 170 pessoas.

Oiça aqui:

 

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.