Mais de 1 milhão para “estátuas e amanho de rotundas” acusa Carreira. PS “devia juntar-se à felicidade das pessoas”, responde Amaro

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • Mais de 1 milhão para “estátuas e amanho de rotundas” acusa Carreira. PS “devia juntar-se à felicidade das pessoas”, responde Amaro

A requalificação de duas rotundas na entrada da Guarda – a do cruzamento para o Alvendre, à saída da A25; e a do Rio Diz, no início da VICEG – vai custar 428 mil euros, de acordo com a decisão tomada ontem na sessão da Câmara, apenas com os votos da maioria PSD/CDS. Mas à rotunda do Rio Diz há que acrescentar 92 mil euros para uma escultura em bronze, a simbolizar uma mão aberta. A outra rotunda também levará uma "obra de arte" inspirada no cristal mas de valor por enquanto não quantificado, uma vez que está a ser desenvolvida internamente. Por tudo isto, o vereador Joaquim Carreira, do PS, quantificou em mais de um milhão de euros o valor já gasto neste mandato em «estátuas e amanho de rotundas». Na mesma sessão o arquitecto votou, juntamente com a colega de bancada, Graça Cabral, a favor da construção de uma rotunda na Dorna, na confluência das avenidas Sá Carneiro e Afonso Costa. Mas nesses caso, ressalvaram, trata-se de uma necessidade de «ordenamento viário». Já as outras intervenções são um exagero face ao estado das contas da autarquia, considera o vereador do PS. Joaquim Carreira ironiza mesmo, recorrendo à imagem da estátua da mão aberta de bronze que em breve estará na rotunda do Rio Diz: «percebemos que este executivo tem a mão aberta, apesar de estar em processo de saneamento financeiro. Olha se não estivesse!». Argumento a que Álvaro Amaro começa por responder no plano da simbologia partidária: «eu até percebo que isso lhes doa [ao PS] um bocadinho» mas «lá tive o cuidado de lhes explicar que é uma mão aberta», aludindo ao símbolo do Partido Socialista (a mão fechada). O presidente da Câmara vai depois ao ponto de exortar a oposição a «juntar-se à felicidade, à alegria e à satisfação das pessoas», que garante sentir na reacção a estas obras e a outras obras. De resto, o autarca diz haver disponibilidade financeira «para fazermos coisas que consideramos muito importantes no rumo que traçámos de estimular a economia e aumentar o poder atracção». É nesta estratégia que se enquadram as estátuas e a reaqualificação das duas rotundas, afirma. Não havia alternativas? Amaro responde com uma pergunta: «Qual seria? Não fazer lá nada e pormos lá as ovelhas a pastar?». Trata-se da principal entrada da cidade, reforça.

Oiça aqui:

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.