Joaquim Carreira não aceitou candidatura à Câmara «por motivos profissionais e familiares»

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • Joaquim Carreira não aceitou candidatura à Câmara «por motivos profissionais e familiares»

Um mês depois de ter comunicado à estrutura local do Partido Socialista que não estaria disponível para ser candidato à Câmara da Guarda, o vereador Joaquim Carreira tornou hoje públicas as razões. Cumpriu assim a promessa de esperar até que o PS encontrasse um nome para enfrentar Álvaro Amaro nas urnas. O arquitecto não o fará por motivos «profissionais e familiares». Mas aceita permanecer no executivo, se esse for o entendimento de Eduardo Brito, o agora candidato.

Oiça aqui:

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.