Guarda prepara «candidatura de território transfronteiriço» a Capital Europeia da Cultura

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • Guarda prepara «candidatura de território transfronteiriço» a Capital Europeia da Cultura

É uma candidatura da Guarda mas com mapa alargado e sem fronteiras. A unidade de missão para concorrer à Capital Europeia da Cultura de 2027 foi ontem apresentada. Envolve a Câmara mas também as Universidades da Beira Interior, de Coimbra e de Salamanca e o Instituto Politécnico. O objectivo é candidatar a Guarda num plano de «território transfronteiriço», refere o presidente da Câmara, Álvaro Amaro. 

À frente da comissão técnica está o antigo secretário de Estado da Cultura, José Amaral Lopes, como a Rádio já tinha avançado em Janeiro [ver notícia aqui]. Este grupo de trabalho conta ainda com Fernando Carmino Marques (do Politécnico da Guarda), André Barata Nascimento (da Universidade da Beira Interior), Efrem Sadak (da Universidade de Salamanca) e Rui Jacinto (da Universidade de Coimbra), bem como programadores Teatro Municipal e do Museu da Guarda, Vítor Afonso e João Mendes Rosa. 

Amaral Lopes, que foi também vereador da Cultura na Câmara de Lisboa e perito destacado na Comissão Europeia, diz que a Guarda tem condições para ser bem sucedida.

Trata-se «de um desafio difícil», que terá todo o suporte político da oposição, assinalou também ontem o vereador do Partido Socialista, Eduardo Brito.

Em meados de Junho do ano passado o Parlamento Europeu aprovou a escolha de Portugal e da Letónia como estados anfitriões da capitais europeias da Cultura no ano de 2027 e determinou que ambos os países teriam até ao final de 2021 para apresentarem as candidaturas à escolha das duas cidades.

No caso da capital a indicar em Portugal, a Guarda foi uma das primeiras a sinalizar a intenção de concorrer. O anúncio seria feito a 30 daquele mês na Assembleia Municipal [recordar notícia aqui].

A competição da Guarda é, pois, com outras cidades portuguesas que já manifestaram também interesse na candidatura, incluindo Braga, Coimbra, Leiria e Faro.

Oiça aqui:

 

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.