Governo recusa integração do IPG na UBI

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • Governo recusa integração do IPG na UBI
Janeiro 22, 2014

Governo recusa integração do IPG na UBI

O que começou por ser um incentivo tornou-se numa recusa. O secretário de Estado do Ensino Superior comunicou ao presidente do Instituto Politécnico da Guarda e ao reitor da Universidade da Beira Interior que o governo não aceitará a proposta subscrita pelas duas instituições. A ideia de uma integração do IPG na UBI tinha sido publicamente admitida por José Ferreira Gomes numa deslocação à Guarda no início de Novembro, quando anunciou que os politécnicos e universidades tinham um prazo até ao final do ano passado para encontrarem modelos possíveis de agregação. O conselho geral do IPG deu ao presidente poderes para negociar com o novo reitor da UBI mas o entendimento esbarrou agora nas reservas do mesmo secretário de Estado. Constantino Rei confessa-se apanhado de surpresa e conclui que «não vai haver nenhuma reorganização», ao mesmo tempo que interpreta a actual estratégia do governo: «Os meninos ricos e inteligentes vão para as universidades, os burros e os pobres vão para os politécnicos». É assim que o presidente do IPG resume a intenção da transformação dos politécnicos em «escolas profissionais avançadas», algo que classifica como «uma política de menorização em toda a linha».

Oiça aqui a reportagem:

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.