Gestão da rede da ULS «como um todo» permitiria «aliviar a pressão sobre o Hospital da Guarda» nos internamentos por covid-19, diz delegado de Saúde

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • Gestão da rede da ULS «como um todo» permitiria «aliviar a pressão sobre o Hospital da Guarda» nos internamentos por covid-19, diz delegado de Saúde
Pinhel é um dos vários exemplos, no distrito, onde um Centro de Saúde ou uma Unidade de Cuidados Continuados ocupam instalações que que chegaram a ter função hospitalar. Pertencem à mesma rede da Unidade Local de Saúde da Guarda.

Dois hospitais, treze centros de saúde, duas unidades de saúde familiar e várias unidades de cuidados continuados: esta é a realidade física da Unidade Local de Saúde da Guarda, que foi pioneira e tem como marca distintiva o facto de abranger todo o território do distrito (menos o concelho de Aguiar da Beira) e integrar sob uma só coordenação os diferentes níveis de intervenção: saúde primária e familiar, saúde hospitalar e cuidados continuados e paliativos. E tudo isto, em alguns concelhos, em antigos hospitais onde até chegaram a funcionar maternidades e internamentos.

Este modelo podia estar a fazer a diferença no combate à pandemia, mas não é isso que acontece, na opinião do delegado de Saúde Pública na Guarda, José Valbom.

Toda a pressão é colocada nas urgências do Hospital Sousa Martins e nos internamentos na área destinada aos pacientes de covid-19, mesmo que em grande parte dos casos não cheguem a ser graves (não necessitando cuidados intensivos) e muitos permaneçam por não terem outras condições de isolamento.

Há uma cultura de centralidade hospitalar a sobrepor-se a todas as outras estruturas, refere o médico. O ideal (e o lógico, tendo em conta o desenho da Unidade Local de Saúde da Guarda) seria que as equipas dos centros de Saúde se mantivessem a prestar a primeira resposta em cada concelho. Primeira resposta essa que, na maior parte das situações, seria toda a necessária e evitaria o encaminhamento para o Hospital Sousa Martins.

Por outro lado, vários centros de Saúde podem ter capacidade de internamento, permitindo activar algumas camas quando apenas é necessário isolar doentes sem gravidade.

José Valbom defende uma verdadeira gestão em rede, numa altura em que nem as 80 camas disponibilizadas pela Câmara da Guarda e pela Diocese no Centro Apostólico D. João Oliveira Matos estão a ser utilizadas como internamento de retaguarda.

A Unidade Local de Saúde está longe de ter esgotado a capacidade física própria, se esta for entendida «como um todo» que integra os diversos edifícios de que é proprietária no distrito. Um aproveitamento de recursos em benefício dos doentes e, sobretudo, para aliviar o Hospital da Guarda nos casos não graves.

Porque esta pressão pode estar a deixar para trás a capacidade de resposta noutras valências.

O médico defende, também, que a Guarda não perca o foco da concretização «da verdadeira» segunda fase do Hospital, que não são «os remendos» que têm vindo a ser anunciados.

Oiça aqui:

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.