Cirurgião de Matosinhos pode vir dirigir ULS da Guarda

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • Cirurgião de Matosinhos pode vir dirigir ULS da Guarda

Alcino Cabral Correia, cirurgião no Hospital Pedro Hispano, em Matosinhos, poderá ser um dos elementos no topo da nova equipa do conselho de administração da Unidade Local de Saúde da Guarda, podendo mesmo vir a ser nomeado presidente se Carlos Rodrigues for substituído. A Rádio apurou que o nome deste médico já terá sido indicado, juntamente com outros, ao gabinete do ministro da Saúde. A composição do futuro órgão de gestão da ULS vai ser tema de uma reunião entre responsáveis do ministério e dirigentes distritais do Partido Socialista, durante a próxima semana. Isto porque a recente promulgação pelo Presidente da República da nova lei orgânica das unidades de saúde com estatuto de entidade pública empresarial (como é o caso da ULS da Guarda) determina, assim que for publicada e entrar em vigor, a cessação de funções dos actuais conselhos de administração e a nomeação de novas equipas. É para esse momento que o PS da Guarda está a preparar-se, de modo a que processo fique concluído o quanto antes e não entre na campanha para as autárquicas nem condicione a apresentação do candidato socialista à Câmara, que deverá também ocorrer até ao final do corrente mês. Alcino Correia nasceu e vive no Porto, cidade onde se formou em medicina. Mas tem ligações ao concelho de Vila Nova de Foz-Côa, onde mantém uma quinta de família na zona de Numão. O novo conselho de administração poderá ser maior que os anteriores, porque além do presidente, do director clínico hospitalar, do director clínico de cuidados primários e de até dois vogais terá também, de acordo com os novos estatutos, um administrador a indicar pela Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela. E este é o aspecto que poderá fazer atrasar todo o processo, pois não se sabe de que modo a CIM designará o representante nem o tempo que demorará. Entre os nomes a apresentar para os lugares de vogal, a Rádio apurou que o do dirigente socialista – e antigo director regional do INATEL – António Carlos Santos continua a ser uma forte possibilidade.

Oiça aqui:

 

 

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.