Centro Hospitalar da Cova da Beira acusa directora da Maternidade da Guarda de «minar as boas relações». Médica disse que a Guarda tem mais partos

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • Centro Hospitalar da Cova da Beira acusa directora da Maternidade da Guarda de «minar as boas relações». Médica disse que a Guarda tem mais partos

O Centro Hospitalar da Cova da Beira rebate quase todas as declarações que a directora do Serviço de Obstetrícia do Hospital Sousa Martins deu à Rádio, no início deste ano [ver aqui], menos uma, que era o ponto central das declarações da médica: a de que se registaram mais partos na Guarda. A entrevista de Cremilda Sousa no início de Janeiro deu mesmo origem a uma posição por escrito na unidade hospitalar com sede na Covilhã, em que nega que haja informação duplicada no registo e contagem de partos, desmentindo também que tenha havido, no passado, manipulação ou  ajustamento estatístico dos números para colocar aquela maternidade no topo do número de nascimentos, numa altura em que se temia o encerramento de um ou mais blocos de partos na Beira Interior. Miguel Castelo Branco, presidente do conselho de administração do Centro Hospitalar da Cova da Beira, lamenta as declarações de Cremilda Sousa e recomenda à Unidade Local de Saúde da Guarda que evite que os próprios profissionais ponham em causa o «bom relacionamento» entre as duas entidades. É a segunda vez, no espaço de menos de um ano, que responsáveis clínicas do Hospital da Guarda defendem os próprios serviços, contra o que dizem ser uma tentativa de supremacia imposta pela Covilhã. Cristina Gamboa também veio, em Maio do ano passado [recordar aqui], denunciar que a Cardiologia da Guarda «tem sido menosprezada» por «tentativa de centralização» por parte do Centro Hospitalar da Cova da Beira. Tomadas de posição a que, na cidade vizinha, os responsáveis hospitalares não estariam habituados.

Oiça aqui:

Actualização com a reacção do conselho de administração da Unidade Local de Saúde da Guarda: ver aqui

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.