Carlos Rodrigues poderá ser o próximo presidente da ULS da Guarda

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • Carlos Rodrigues poderá ser o próximo presidente da ULS da Guarda

O professor universitário e gestor Carlos Rodrigues é nesta altura uma forte possibilidade para suceder a Vasco Lino na presidência da Unidade Local de Saúde da Guarda, apurou a Rádio.

A escolha de Paulo Macedo poderá assim recair sobre o coordenador da licenciatura de Gestão em Saúde da Universidade Atlântica.

Carlos Rodrigues tem 63 anos, é natural das Caldas da Rainha e vive actualmente em Lisboa.

É doutorado em gestão pelo ISCTE, com especializações em gestão pública, gestão empresarial e organização de recursos humanos.

Teve longa carreira na administração pública, onde iniciou funções de dirigente em 1993 como subdirector de Agricultura do Ribatejo e Oeste, cargo que ocupou até à mudança de governo, em 1995. O actual presidente da Câmara da Guarda, Álvaro Amaro era, nessa altura, secretário de Estado da Agricultura, no executivo presidido por Cavaco Silva.

A proximidade de Carlos Rodrigues a Álvaro Amaro prosseguiu no campo académico. Foram ambos autores de um estudo sobre  «A emergência do Estado Relacional e a necessidade de uma nova gestão pública», publicado numa revista da Universidade Independente (onde o agora autarca da Guarda foi professor e dirigiu o curso de Administração Regional e Autárquica).

Depois de uma passagem pela direcção de recursos humanos da empresa Lactogal, no Porto, Carlos Rodrigues voltaria a funções públicas em 1997, como assessor na Fundação para a Ciência e Tecnologia. Em 1999 foi nomeado, pelo ministério da Cultura do governo de António Guterres, vice-presidente do Instituto do Cinema, do Audiovisual e Multimédia. 

Nova mudança de governo ditou a saída, em 2002, mas com Pedro Santana Lopes como primeiro-ministro Carlos Rodrigues seria chamado às funções de chefe de gabinete do secretário de Estado da Agricultura.

No governo de José Sócrates a ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, nomeou-o, em 2005, subdirector-geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular.

É professor universitário desde 1998, em áreas tão diversas como o marketing público, a gestão autárquica, o desenvolvimento regional e a gestão de organizações.

É presentemente coordenador da licenciatura de Gestão em Saúde na Universidade Atlântica, em Lisboa.

Independentemente desta escolha, o que é certo é que o actual presidente do conselho de administração da Unidade Local de Saúde da Guarda, Vasco Lino, não será reconduzido no cargo. Ao que a Rádio apurou, o gestor da Covilhã não cumpre os critérios revistos pela Comissão de Recrutamento e Selecção para a Administração Pública (CRESAP).

A confirmar-se a nomeação do professor universitário, esta poderá ser a única alteração na actual equipa da ULS da Guarda, cujo mandato terminou a 31 de Dezembro.

No entanto, não será de excluir a saída da directora clínica hospitalar, Fernanda Maçoas, que há vários meses colocou o lugar à disposição do ministro da Saúde. Uma das hipóteses poderá ser a acumulação das duas direcções clínicas – hospitalar e de cuidados de saúde primários – numa só, a exemplo do que Paulo Macedo tem decidido noutras estruturas. Nesse caso, o médico Gil Barreiros passará a ser o único director clínico.

A vogal Flora Moura e o enfermeiro director João Marques deverão permanecer nos cargos.

 

 

 

 

 

 

 

Carlos Rodrigues [Foto: Universidade Atlântica]

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.