Carlos Canhoto (CDU): oposição «preparada e fundamentada em nome do interesse da Guarda» merece ser reforçada

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • Carlos Canhoto (CDU): oposição «preparada e fundamentada em nome do interesse da Guarda» merece ser reforçada

Em termos relativos a CDU foi a candidatura que mais subiu a votação nas autárquicas de 2013 no concelho da Guarda: duplicou o número de votos e de eleitos na Assembleia Municipal. A bancada comunista também já foi publicamente elogiada pelo próprio presidente, Fernando Carvalho Rodrigues, pela maneira como se prepara. É esse trabalho que Carlos Canhoto espera ver reconhecido. O cabeça de lista à Assembleia há quatro anos é agora o candidato à Câmara pela coligação PCP/PEV e reclama ter protagonizado, nestes quatro anos, uma verdadeira força de oposição. Fica a dever-se a uma preparação fundamentada por parte do colectivo do Partido Comunista, explica Carlos Canhoto, que se diz que à vontade para distinguir o que teve de mau e o que teve de bom o mandato de Álvaro Amaro à frente da Câmara. O candidato considera, porém, que o balanço é globalmente negativo, apesar de um ou dois pontos positivos. Concede, por exemplo, o benefício da dúvida às finanças da autarquia, na linha do voto de abstenção à prestação de contas de 2016. Mas faz questão de separar a análise técnica da apreciação política – e considera um erro lançar suspeitas sobre os documentos sem as fundamentar, como assinada que o PS faz. Em termos de gestão económica e financeira, Canhoto defende que a autarquia podia ter obtido resultados ainda melhores se deixasse de recorrer a empresas externas para garantir serviços que a própria Câmara está em condições de prestar. E advoga uma solução para o diferendo com o grupo Águas de Portugal: acertar as contas (apurando o que a própria empresa deve ao município e abatendo esse valor à dívida reclamada) e sair simplesmente do sistema. A adesão à então Águas do Zêzere e Côa, no início deste século, foi uma decisão unicamente política sem quaisquer vantagens para a Guarda, sublinha o candidato do PCP. E o concelho tem condições para ser auto-suficiente na captação, no tratamento e no abastecimento desde «bem público», lembra Carlos Canhoto. Quanto ao Hotel de Turismo, defende que o edifício se mantenha na esfera pública e que dê lugar a uma escola avançada de artes performativas. A candidatura da CDU também apresenta propostas para o estímulo económico e a criação de emprego, focadas no apoio às empresas existentes e na concessão de benefícios apenas aos investimentos que revelem ter um efeito sustentável e um horizonte de permanência na Guarda a longo prazo. São ideias próprias e concretas que Carlos Canhoto apresentou em nome da coligação PCP/PEV mas que são pensadas em linha com políticas nacionais que os dois partidos defendem para o as regiões do interior, faz questão de assinalar.

Os cinco candidatos a Presidente da Câmara da Guarda passaram pela Rádio para explicar os argumentos com que preparam a batalha eleitoral que se avizinha mas também para partilhar a música que ouvem. Dedicámos assim as cinco últimas edições de programas e rubricas (antes da pausa da grelha no Verão, no final desta semana) aos principais protagonistas das eleições autárquicas de 1 de Outubro. No “Argumentário”, espaço de grande entrevista, ouvimos o percurso, as razões, o diagnóstico e as propostas dos concorrentes. Na “Sociedade de Autor” – rubrica de selecção musical feita por um convidado – conhecemos as músicas que marcaram a vida de cada candidato.

Oiça aqui:

 

Oiça aqui a entrevista na íntegra no “Argumentário”:

 

Oiça aqui a selecção musical na rubrica “Sociedade de Autor”:

 

 

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.