Câmara da Guarda saiu da “lista negra” do pagamento a fornecedores

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • Câmara da Guarda saiu da “lista negra” do pagamento a fornecedores

A Câmara Municipal da Guarda deixou de figurar na "lista negra" dos municípios com prazo médio de pagamentos a fornecedores superior a 60 dias. A última relação divulgada pela Direcção-Geral das Autarquias Locais (DGAL), que tem como referência os dados recolhidos a 30 de Junho, indica que 74 dos 308 municípios liquidam os pagamentos após mais de dois meses, mas o da Guarda (que chegou ter prazos superiores a um ano) já não consta dessa lista, na qual estão cinco concelhos do distrito: Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Gouveia, Manteigas e Trancoso.

Celorico da Beira ocupa mesmo o quarto pior lugar a nível nacional, com o atraso crescente dos pagamentos: a 30 de Junho demorava, em média, 1.116 dias (cerca de três anos) a liquidar os compromissos junto dos fornecedores, praticamente o dobro de há um ano na mesma data: 543 dias.

Gouveia também piorou o prazo mas apenas ligeiramente: este ano pagava a 90 dias, há um ano fazia-o em 72. 

As restantes câmaras que entram na lista têm, pelo contrário, conseguido reduzir o prazo médio de pagamentos: Manteigas (80 dias em 2016; 431 em 2015), Trancoso (72 dias, quando há um ano eram 137) e Figueira de Castelo Rodrigo (passou de 128 dias para 68).

A Guarda ainda figurou na "lista negra" até 30 de Setembro de 2015, data em que a DGAL apurou um prazo médio de pagamentos de 85 dias. Mas a 31 de Dezembro já estava nos 58 dias. E segundo avançou o presidente da Câmara, Álvaro Amaro, na sessão desta semana, os pagamentos já estão nesta altura a ser feitos em 30 dias ou menos. No final de 2014 o prazo registado era de 204 dias, tendo sido reduzido para 170 em 30 de Março de 2015 e para 137 em 30 de Junho.

No final do ano passado Aguiar da Beira era o município do distrito que menos demorava a pagar: 3 dias em média. Seguiam-se Almeida (6 dias) e Sabugal (9 dias).

A 31 de Dezembro de 2015 Fornos de Algodres estava a liquidar as facturas em 13 dias, Vila Nova de Foz-Côa em 14, Mêda em 24, Pinhel em 26, Guarda em 58, Seia em 60, Gouveia em 78, Figueira de Castelo Rodrigo em 94, Manteigas em 215 e Celorico da Beira em 1.255.

 

 
Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.