loader

Burocracia atrasa reconstrução de farmácia que ardeu em Melo. Até um perecer arqueológico pedem

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • Burocracia atrasa reconstrução de farmácia que ardeu em Melo. Até um perecer arqueológico pedem

A Farmácia Central foi uma das oito casas em Melo, no concelho de Gouveia, que arderam no fogo de 15 de Outubro de 2017. Fechou portas por poucas horas, porque no mesmo já havia um novo espaço e os medicamentos estavam garantidos, em instalações provisórias cedidas pela Junta de Freguesia. Quase um ano e meio depois, a proprietária de director técnica, Isabel Coelho, não sabe quando poderá iniciar a reconstrução do edifício. As burocracias são longas e até um parecer arqueológico que foi solicitado.

Oiça aqui:

 

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.