Bruxelas só agora aprovou 45 milhões de financiamento para o novo bloco do Hospital da Guarda

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • Bruxelas só agora aprovou 45 milhões de financiamento para o novo bloco do Hospital da Guarda

A Comissão Europeia aprovou o financiamento à ampliação do Hospital Sousa Martins, com um contributo de 45 milhões e oitocentos  mil euros provenientes do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. A decisão do co-financiamento é abrangida pelo quadro comunitário de 2007-2013. Classificada como «grande projecto» por ultrapassar os 50 milhões de euros de investimento – sujeita, por isso, a uma decisão específica da Comissão Europeia –, a candidatura incluia a construção do novo edifício (iniciada em 2009) e o equipamento. Bruxelas deu aval positivo a uma obra que, em Maio de 2012, o secretário de Estado adjunto do ministro da Saúde do governo PSD/CDS (e depois ministro da Saúde no curto segundo executivo da coligação) dizia que não sabia como tinha sido começada. Fernando Leal da Costa avisava que faltavam garantias de financiamento e apontava o dedo aos antecessores. A conclusão do edifício era, assim, descrita como uma tarefa difícil  e sem calendário. Dois anos depois, o novo bloco entrava em funcionamento mas, hoje, ainda há contas para pagar. Carlos Rodrigues, presidente da Unidade Local de Saúde da Guarda, diz ter razões para suspirar de alívio: garante que finalmente esta pasta fica fechada, com o valor candidatado aprovado na totalidade.

Oiça aqui:

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.