loader

Álvaro Amaro atento à situação política na Guarda: «eu falarei, mas agora não é tempo para isso»

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • Álvaro Amaro atento à situação política na Guarda: «eu falarei, mas agora não é tempo para isso»

O ex-presidente da Câmara e actual eurodeputado, Álvaro Amaro, garante que continua atento e informado acerca do que se passa na Guarda. Em especial, admite, em relação à situação no PSD e na autarquia que liderou até há um ano.

«Faz parte da minha responsabilidade de cidadão e de político. É meu dever estar informado», refere em declarações à Rádio. Porém, quando instado a pronunciar-se sobre o actual momento político, recusa falar do assunto. Mas, garante, «eu falarei».

Reclama ter deixado «um projecto político que espero que não seja interrompido» e «um património político muito importante que me orgulha muito». Mas sobre os acontecimentos dos últimos meses nos órgãos autárquicos e no partido afirma que «eu falarei sobre isso, mas hoje e agora não é tempo para isso».

De resto, Álvaro Amaro reconhece que o seu nome continua indissociável das funções que exerceu: «As pessoas da Guarda que encontro ou com quem falo ou que se me dirigem tratam-me por presidente». E o agora eurodeputado não faz questão de corrigi-las. «Eu não só não me importo como tenho muito gosto», sublinha. «Sinto-me bem nessa pele».

Declarações à margem de uma entrevista à Rádio, a propósito da apresentação de uma iniciativa política, no Parlamento Europeu, com a qual alertou a Comissão Europeia para a necessidade do reconhecimento das especificidades dos territórios de baixa densidade, com uma dotação financeira dedicada.

Na sequência do que já havia abordado numa audição à comissária Elisa Ferreira, o eurodeputado do PSD formalizou a proposta. «Não se trata de exigir mais dinheiro para os territórios de baixa densidade, mas simplesmente que se possa aproveitar a maior flexibilidade permitida e o acréscimo de fundos previsto no âmbito das medidas de combate ao COVID-19, para lançar medidas específicas de apoio a estes territórios à escala europeia, que se possam prolongar ao longo do próximo Quadro Financeiro Plurianual», explica.

Oiça o podcast:

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.