loader

Altitude Onda Média: a rádio da saudade para ser ouvida em todo o mundo

  • Home    /    
  • Atualidade    /
  • Altitude Onda Média: a rádio da saudade para ser ouvida em todo o mundo

Neste Dia Mundial da Rádio, 13 de Fevereiro, iniciamos o que pode ser a emissão experimental da Rádio Altitude Onda Média. Ainda não para ser sintonizada no rádio mas já para ser ouvida na Internet em qualquer parte do mundo, podendo evoluir para o restabelecimento de uma marca que é um legado afectivo. É a nossa lembrança ao “mercado da saudade”, neste dia em que a Rádio se celebra como meio de união entre povos.

Durante décadas (desde início das emissões, em 1948) a Rádio Altitude transmitiu em onda média (OM) e alcançou uma cobertura geográfica no interior centro e norte do país. Só em 1989, no âmbito do concurso nacional para a atribuição de frequências radiofónicas locais, passou a emitir também em frequência modulada (FM). A partir desse ano manteve os dois canais, tendo até garantido programações autónomas durante alguns períodos. Mas depois de 1994 foi progressivamente abandonada a manutenção dos equipamentos de OM, até que a emissão passou a ser feita apenas em FM (em 90.9 mhz). 

A direcção em funções desde 2004 tentou reactivar e autonomizar este meio e teve planos para a criação de uma «estação de causas». Tinha como objectivo ceder períodos de emissão à sociedade civil, assegurando a produção e a transmissão de programas temáticos da responsabilidade de associações, instituições, movimentos e entidades de natureza cívica que garantissem uma abordagem plural de questões de interesse social.

Tais planos não foram na altura concretizados, devido ao avultado investimento que se tornava necessário: o sistema emissor em OM estava obsoleto e exigia uma renovação completa. A própria torre de emissão, erguida na década de 50 do século passado na mata do antigo Sanatório Sousa Martins, sofrera danos irreversíveis e entrou numa degradação progressiva e em iminente risco de queda, tendo acabado por ser desmantelada em 2015.

As opções estratégicas da Rádio Altitude tiveram de voltar-se, a partir desse ano de 2004, para necessidades prementes. A nova entidade proprietária tinha recebido uma estação com meios muito precários, a necessitar urgente e dispendiosa revitalização. O novo projecto exigiu por isso um profundo esforço em várias frentes: recuperação, modernização, formação, remodelação de instalações e melhoria de condições de trabalho. E apostámos na definição de uma programação de modelo novo, numa selecção musical de qualidade e no primado da informação.

Mas não esquecemos a memória histórica nem rejeitamos a herança afectiva. A Rádio Altitude continua detentora da frequência em onda média (1584 khz) e mantém a ideia de reactivá-la, desde que possa ser tecnicamente viável e operacionalmente sustentável.

Mas tal como no FM a Rádio Altitude em OM apenas utilizará a difusão radioeléctrica como meio auxiliar. No fundo, meros “símbolos de soberania” nos quadrantes que nos estão atribuídos no espectro. O futuro da rádio – e mais o de uma rádio de proximidade – está nas plataformas digitais, sem limitações de cobertura geográfica.

A maior parte da nossa audiência já não é em FM mas sim por via digital. Somos o meio de comunicação social da Guarda mais influente e mais seguido na região e um dos mais seguidos no Interior Norte, com forte implantação também junto das comunidades que aqui têm origem: perto de 38.000 seguidores das redes sociais, o que faz da Rádio Altitude a maior marca da Guarda.

A nossa emissão através da Internet chega a ter meses de 12.000 horas de audiência, ou seja, o equivalente a 500 dias num período de 30. Há um grande número de ligações foi a partir de várias regiões de Portugal mas mais de 60 por cento provém do estrangeiro, sobretudo de países onde há forte presença de emigração com origem na Guarda: Reino Unido, França, Alemanha, Suíça, Bélgica, Luxemburgo, Estados Unidos, Angola e Brasil.

É a pensar neste “mercado da saudade” que a Rádio Altitude Onda Média inicia emissões através da Internet. Ainda é uma fase experimental mas já oferece uma selecção musical cuidada, preenchida com temas das décadas de 60, 70, 80 e meados de 90 do século passado, em português, inglês, francês ou espanhol.

Seja qual for a década, o ritmo e a expressão, de certeza que a qualquer hora estaremos a transmitir as músicas que marcaram muitas vidas. E este é o primordial reencontro que queremos tornar possível através do novo projecto. A Rádio Altitude Onda Média é, sobretudo, música; mas receberá gradualmente programas e outros conteúdos da Rádio Altitude FM.

Oiça-nos aqui.

 

Definições de Cookies

A Rádio Altitude pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.