Actualidade

Um campeonato distrital para bombeiros: é o que a Associação de Futebol da Guarda se propõe organizar a partir de Março ou Abril. O regulamento está a ser preparado, confirmou à Rádio o presidente, Amadeu Andrade Poço, que diz tratar-se de um projecto inédito mas que deverá ter continuidade em anos futuros. A Associação de Futebol da Guarda e a Federação Distrital de Bombeiros já assinaram o protocolo, que tem também o carimbo da Federação Portuguesa de Futebol. E o campeonato até poderá permitir a inscrição de mais do que uma equipa por corporação. Trata-se, também, de «uma homenagem» aos bombeiros do distrito da Guarda.

Oiça aqui:

O eurodeputado Paulo Rangel diz que «não vimos nada, nada, nada» em metéria de políticas de combate à interioridade na actual legislatura. E revela que não tem sido fácil debater na Europa o próximo quadro de fundos comunitários, que atribui a Portugal um corte nas dotações. Até por isso, alerta o eleito pelo PSD no Parlamento Europeu, o país devia ter uma estratégia interna mais sólida para a coesão.

Oiça aqui:

 

Mais de quatro mil idosos vivem sozinhos ou isolados no distrito da Guarda. O número é agora o segundo maior número a nível nacional, a seguir ao de Vila Real e antes do de Viseu.O envelhecimento da população traz novos desafios às forças policiais. A GNR vai reforçar as equipas de apoio e confia também no sucesso do projecto de tele-assistência.

Oiça aqui:

Ainda faltam mais de três meses, mas o assunto já deu que falar na reunião de Câmara desta semana. O vereador do Partido Socialista, Pedro Fonseca, espera que a próxima edição da Feira Ibérica de Turismo só seja dedicada mesmo a esse sector e não surja como um certame de actividades hoteleiras e, até, de venda de «aparelhos de ar condicionado». Um alerta que não faz qualquer sentido, responde o presidente da autarquia.

Oiça aqui:

Educação, cultura, estradas, protecção civil e  fundos comunitários podem ser algumas das áreas em que a Câmara da Guarda decidirá aceitar competências que actualmente estão sob a alçada do Governo, de acordo com os decretos já aprovados. A autarquia tem um prazo para indicar as novas responsabilidades que acolhe e irá levar a proposta a uma sessão extraordinária da Assembleia Municipal, que deverá realizar-se no dia 30 deste mês. E poderá não ser a única convocatória do órgão deliberativo, antevê o presidente da Câmara. Álvaro Amaro foi o negociador, em nome do PSD, do acordo para a descentralização assinado com o PS mas crtitica a forma apressada em sem articulação com os municípios com que o Governo deu andamento ao processo. Uma pressa que também diz estar patente na apresentação do novo Plano Nacional de Investimentos. É que actual ainda não teve vinte por cento de execução, refere. E o plano agora divulgado não foi debatido e não contempla empreendimentos de vulto a não ser para as grandes cidades do litoral, lamenta.

Oiça aqui:

Na edição desta semana do programa da Rádio “Local Global”, os líderes concelhios da JSD e da JS manifestaram-se contra a possível transformação do edifício da Pousada da Juventude em residência para estudantes do Instituto Politécnico. O social-democrata Tiago Saraiva Gomes diz que que a pousada é necessária e o socialista André Pina também não vê lógica noutra função que não seja a interrompida há sete anos. Fábio Pinto, presidente da federação distrital da JS, recorda que a estrutura que dirige reclama há muito a reabertura do equipamento.

Oiça aqui:

Na primeira reunião de 2019 do executivo da Câmara da Guarda o vereador do Partido Socialista, Pedro Fonseca, levantou questões relacionadas com o funcionamento do canil municipal da Guarda, alertando para a existência de um possível surto de esgana. E quis também saber que medidas estão a ser tomadas para prevenir uma invasão da vespa asiástica no concelho.

Oiça aqui: