Actualidade

Está apresentada a edição deste ano do CineEco. O Festival Internacional de Cinema de Ambiente vai decorrer em Seia, de 12 a 19 de Outubro. Este ano comemora uma data redonda, pois foi em 1994, há 25 anos, que aconteceu a primeira edição. Numa altura em que as questões climáticas e ambientais ainda não tinham o destaque que têm hoje, o actual director do CineEco, Mário Jorge Branquinho, reconhece que esse grupo de entusiastas (pelo cinema e pelo ambiente) foi de certa forma pioneiro no alerta para questões que estão agora muito na ordem do dia e na agenda mediática.

Oiça aqui:

 

No arranque da campanha eleitoral, a presidente do CDS, Assunção Cristas, escolheu a Guarda e a Feira Farta. Almoçou no certame agrícola do concelho e escolheu o restaurante dos produtores de vitela da reça jarmelista da ACRIGUARDA. Uma forma simbólica de se associar à ideia, defendida pelos produtores, de que o mundo rural só faz sentido com a existência de pecuária. A líder centrista contactou ainda os expositores e visitantes da feira, fazendo um apelo aos indecisos. Quanto à aparece impossibilidade de o CDS eleger um deputado pelo distrito, Assunção Cristas não colocou de parte «uma surpresa».

Oiça aqui:

A cabeça de lista do Partido Socialista pelo círculo eleitoral da Guarda, Ana Mendes Godinho, esteve numa acção de campanha na Feira Farta, este fim-de-semana na Guarda. O apelo ao voto foi feito a produtores agrícolas que que queixam das «pensões de miséria». Mas a candidata lembrou a actualização ocorrida na última legislatura. E prometeu mais para a próxima.

Oiça aqui:

Os cabeças de lista pelo círculo eleitoral da Guarda dos partidos que nos últimos quatro anos mantiveram intervenção política permanente na Guarda e no distrito responderam ao convite para uma conversa em modelo diferente. Desafiámo-los a escolherem o local, em função de uma causa e de um compromisso para a legislatura a que concorrem. E é nesse cenário que toda a entrevista decorre. Começámos com André Santos, 42 anos, arqueólogo. O cabeça de lista da CDU fez o início a dois tempos: no mercado Municipal da Guarda (numa manhã de quarta-feira) e em Vila Cortês do Mondego, em frente à fábrica da Dura. E explica como é que os dois lugares podem estar ligados. É uma questão de «soberania», explica. Na sugestão de leitura com que cada uma das entrevistas encerra, André Santos sugere dois autores do distrito: José Dias Coelho e Vergílio Ferreira.  

Oiça aqui:

A entrevista completa:

O numero dois da lista do PSD pela Guarda diz que sente a responsabilidade de ajudar o PSD a ganhar as eleições no distrito e acredita que, pelo que tem visto no terreno,o objectivo está perto. O cabeça de lista, Carlos Peixoto, também acredita que o PSD vai ganhar na Guarda e eleger dois deputados.

Oiça aqui:

 

Os comentadores político da Rádio, Pedro Pires e Tiago Gonçalves, estiveram em estúdio para uma conversa sobra a actualidade política, na véspera de a campanha no período oficial de duas semanas até às eleições de 6 de Outubro. Foi uma "edição extra" do debate Quarto Poder, muito focada no «jogo de palavras» acerca das obras no Hospital da Guarda: descongelamento da segunda fase ou apenas requalificação do pavilhão 5?

Oiça aqui:

O programa na íntegra:

;

No balanço da edição deste ano da Feira Farta, fica uma promessa da Câmara. A autarquia pretende realizar ao longo do ano outras feiras dirigidas ao mundo rural no mercado de São Miguel, na zona da Estação. A vereadora Cecília Amaro diz que já foi apresentada uma candidatura a fundos comunitários para a requalificação daquele espaço. E assim haverá não uma mas várias edições da Feira Farta.

Oiça aqui: