Actualidade

O líder da federação distrital da Juventude Socialista deixa o alerta: as escolhas que os partidos fizerem para as listas de candidatos para deputados devem, em primeiro lugar, ter em conta que os nomes vão depois ser votados pelos cidadãos para os representarem. Um desafio que é para todas as forças políticas, diz Fábio Pinto.

Oiça aqui:

O projecto do "Quarteirão das Artes" foi anunciado a meio do mandato anterior e agora, a meio do actual, a oposição na Câmara da Guarda quis saber em que ponto está. Porque não se percebe o que é – alega o vereador socialista, Eduardo Brito. O presidente, Carlos Monteiro, contrapõe que boa parte do conceito já tem concretização, graças ao acervo de obras de arte reunido nos últimos anos. Já o edifício projectado para a zona do pátio traseiro do Museu e todo o arranjo urbanístico envolvente avançarão quando a autarquia conseguir assegurar o financiamento, esclarece.

Oiça aqui:

 

O presidente do Instituto Politécnico da Guarda resume numa palavra a condição para o futuro da instituição de ensino superior: empreendedorismo. Joaquim Brigas quer colocar o IPG no centro da solução.

Oiça aqui:

São 15 milhões e meio de euros de investimento e 50 postos de trabalho. Uma empresa de produção de pellets, um biocombustível para aquecimento, vai ser construída na Plataforma Logística da Guarda, anunciou ontem a Câmara. A fábrica produzirá exclusivamente para exportação.

Oiça aqui:

Foi Pedro Fonseca quem ontem, na reunião do executivo puxou para a conversa o assunto das investigações judiciais na Câmara da Guarda. O vereador do PS questionou o presidente sobre os dois processos que vieram a público. Em resposta, e acerca da operação “Rota Final”, que envolve 18 câmaras do Norte e Centro do país (incluindo a da Guarda), Carlos Monteiro disse que não há muito mais a adiantar sobre o assunto, para além do que foi transmitido pela comunicação social. Já sobre o processo relacionado espetáculo do Julgamento do Galo de 2014 [ver notícia aqui], o autarca garante que as regras foram cumpridas e que no final ficará provada a inocência de todos os acusados, ao mesmo tempo que se manifesta solidário com os técnicos da autarquia envolvidos, dizendo que não cometeram qualquer ilegalidade e sempre agiram de forma a defender os interesses do município e dos guardenses. E assim Carlos Monteiro acredita que ao longo do processo judicial ficará demonstrado que todos os acusados agiram de boa fé. São «situações que fazem parte da vida» e o importante é que as pessoas envolvidas estejam «com a consciência tranquila» diz entretanto Eduardo Brito, líder do PS no executivo. Diferente, e muito mais importante, é a análise politica: o vereador do PS considera que o PSD e a maioria que governa a Câmara vivem momentos de «instabilidade» e «turbulência».

Oiça aqui:

É da Guarda o novo presidente da Associação de Estudantes da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa. José Rodrigues já tinha liderado, no secundário, a associação da Escola Afonso de Albuquerque e logo que entrou na faculdade passou a fazer parte, como vogal, da estrutura a que agora preside. É uma forma de enfrentar os problemas de todos os alunos e estar dentro da solução, diz em entrevista à Rádio. Quanto ao futuro, regressar à Guarda para exercer medicina é sempre uma possibilidade.

Oiça aqui:

O líder do Partido Socialista da freguesia da Guarda diz que vale a pena estar na política, mesmo na oposição, quando as propostas são acolhidas e o poder leva em conta as reivindicações. Fábio Pinto assinala alguns anúnicios recentes da Câmara como resultado, também, de intervenções e alertas na Assembleia de Freguesia. E conclui que, fazendo propostas e procurando consensos, a política compensa - sobretudo para os cidadãos. As medidas prendem-se com a isenção de taxas para esplanadas que abram ao fim-de-semana, a requalificação da zona envolvente da Capela do Mileu e o investimento na recuperação das periferias da cidade. 

Oiça aqui: