Actualidade

Que se tornem bons profissionais e que fiquem por cá: é o desejo da presidente da Unidade Local de Saúde, no dia em que 56 internos iniciam na Guarda a fase final da formação em medicina. Isabel Coelho garante que essa tem sido a política nos últimos anos: tenta fixar os novos médicos. Nalgumas áreas o Hospital da Guarda já tem até especialistas até excedentários em relação às necessidades. Mas noutras valências situação mantém-se difícil, reconhece Isabel Coelho, destacando a cardiologia, a ortopedia e a oftalmologia como os casos mais preocupantes.

Oiça aqui:

;

Ângelo Videira dos Santos é candidato à liderança da comissão política distrital da Juventude Social Democrata. As eleições estão previstas para o final de Fevereiro e o antigo presidente da concelhia de Pinhel e vice-presidente da distrital concorre para substituir Fernando Melo, que termina o mandato e não se pode recandidatar. Diz que é preciso mudar mas espera ter adversários. Admite que há condições para aparecer mais uma candidatura, referindo que isso seria positivo para o debate e para a clarificação interna.

Oiça aqui:

A nova década entrou numa contagem a milhares de vozes na passagem de ano na Praça Velha, na Guarda. E a cidade precisa de todos, desafiou, nos primeiros minutos de 2020, o presidente da Câmara, Carlos Chaves Monteiro.

Oiça aqui:

 

 

É um «equívoco» o projecto que prevê a entrada directa dos alunos do ensino profissional nas licenciaturas de universidades e politécnicos através de uma espécie de “via verde”. A opinião é do director da Escola Profissional da Guarda, João Raimundo, que vê esta possibilidade como uma prova do desconhecimento da realidade por parte dos decisores. No caso da Guarda é a própria escola que toma a opção de os preparar os alunos para o ensino superior, ministrando complementarmente o programa do secundário, o que resultou no acesso já dedezenas de finalistas a universidades portuguesas e até no estrangeiro. E esse poderia ser o modelo a seguir por grande parte do ensino profissional, defende o responsável.

Oiça aqui:

A tarifa doméstica da água na Guarda vai baixar 3 por cento no próximo ano, sendo que para as empresas o preço vai subir ligeiramente. Há também reduções e isenções para novos ramais e pedidos de contadores. A proposta foi aprovada por maioria na última reunião da Câmara. É a medida possível tendo em conta as regras da Entidade Reguladora, explica o presidente, Carlos Chaves Monteiro.

Oiça aqui:

Eduardo Brito despediu-se da Câmara da Guarda, depois de renunciar ao mandato.O cabeça de lista do PS em 2017 garante que cumpriu tudo aquilo com que se comprometeu.A começar pelo facto de ter vindo disputar umas eleições autárquicas difíceis, de que outras figuras com maior responsabilidade fugiram.

Oiça aqui:

A previsão do tempo para o que resta do ano na Guarda é de frio mas com céu pouco nublado. Agora é altura de reparar os estragos, um pouco por todo o concelho, causados pela tempestade dos últimos dias. Há estradas cortadas ou condicionada e um rasto de árvores tombadas. O que demonstra, segundo o vice-presidente da Câmara, Sérgio Costa, que é preciso gerir o parque arbóreo da Guarda «sem receios», para bem segurança de pessoas e bens.

Oiça aqui: