Marco Loureiro foi presidente da Associação Académica do Instituto Politécnico da Guarda mas garante que nunca envergou o traje académico nem participou na maior parte das actividades de recepção ao caloiro, mostrando-se crítico em relação a muitas das práticas.

Oiça aqui: