A venda em hasta pública do Salão Cultural da freguesia de Aldeia Viçosa, no concelho da Guarda, foi travada pela decisão da Assembleia Municipal, na passada semana, que autorizou - com a abstenção do Bloco de Esquerda - a Câmara a conceder um subsídio extraordinário que permitirá à Junta liquidar a dívida que tem junto das Finanças, referente a portagens não pagas em 2009. Mas esta é apenas uma das muitas dívidas que o actual executivo da freguesia diz ter herdado da anterior equipa, liderada durante vários anos por Baltasar Lopes (que encabeçou candidaturas independentes que foram merecendo o apoio tanto do PSD como do PS). Luís Prata, o novo presidente (eleito em 2013 pela coligação PSD/CDS), revelou que o montante total ultrapassa os 238 mil euros e cresce à razão de 8 mil euros por ano só em juros. Entre os compromissos em atraso está o pagamento à Segurança Social, em incumprimento há pelo menos década, num montante global que ultrapassa os 20 mil euros.

Oiça aqui: