As escolas tiveram de se reorganizar na sequência da pandemia do coronavírus. Foi decidido o fim das aulas antes da férias da Páscoa, mas isso não significa que tenham parado todas as actividades lectivas.

Em Trancoso, o agrupamento de escolas, que engloba 11 estabelecimentos de ensino, teve de se adaptar às circunstâncias, num proceeso gradual que não foi fácil mas acaba por resultar.

O director do agrupamento, Armando Neves, dá à Rádio o testemunho sobre a nova forma de funcionamento. A prioridade é manter o contacto entre toda a comunidade escolar, sem deixar de ter em atenção, também, o estado emocional dos alunos.

Tem de ser tudo muito mais simples e adaptado às circunstâncias. Es propostas de trabalho apresentadas vão sendo adaptadas às circunstâncias.

A ideia é continuar a tentar manter uma certa normalidade, pois nesta altura é impossivel fazer previsões acerca do que acontecerá até ao final do ano lectivo.

Oiça aqui: