Não haverá comboios entre a Guarda e a Covilhã antes do final do ano. A requalificação da Linha da Beira Baixa devia ter ficado concluída em Setembro de 2019 mas o secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado, confirmou durante uma visita à região que há um grande atraso nas obras. E mesmo a nova estimativa é feita sob reserva: «É mesmo o fim do ano, Novembro ou Dezembro, não temos a expetativa que seja construída antes, e espero que não aconteça nada que mais uma vez possa atrasar, basta quem está a construir que fique sem meios e as coisas atrasam». Mas o governante garante que não é por falta de dinheiro. Há outras razões: «o trabalho dos projectistas, que atrasou em relação ao planeado», bem como «dificuldades dos construtores, que às vezes não conseguem ter sequer recursos humanos para canalizar para as obras» e ainda «dificuldades da contratação pública» e «questões ambientais».

Oiça aqui: