Pode ser que este seja o ano do início das obras no pavilhão 5 do Hospital da Guarda. O projecto, lançado em 2016, de requalificação do edifício das antigas urgências (para a concentração dos serviços de saúde materno-infantil) já era apenas o possível depois do cancelamento, em 2012, da empreitada da segunda fase da ampliação e remodelação da Unidade de Saúde. Mas passaram outros quatro anos e não há ainda estaleiro à vista. No entanto, a presidente da Unidade Local de Saúde espera que 2020 seja finalmente o "ano 1" da obra. Isabel Coelho está optimista.

Oiça aqui: