No primeiro discurso no Dia da Cidade enquanto presidente da Câmara da Guarda, Carlos Chaves Monteiro pediu à ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, empenho e ajuda do Governo para a concretização de alguns projectos que a autarquia pretende desenvolver, a começar pelos Passadiços do Mondego, cuja obra foi ontem iniciada e corresponde a um investimento de cerca de três milhões de euros. A ministr, que foi a convidada das comemorações dos 820 anos da cidade, comprometeu-se a ajudar a autarquia a encontrar fontes de financiamento. Mas o autarca deixou ainda a exigência do cumprimento de promessas que o executivo de António Costa tem feito à Guarda, nomeadamente nas áreas da saúde e das forças de segurança.

Oiça aqui: