O Estabelecimento Prisional da Guarda está no topo da boa gestão e das boas práticas no que tem a ver com o acompanhamento dos reclusos no cumprimento das penas e a posterior reinserção na comunidade. O subdirector-geral dos Serviços Prisionais considera que não falta praticamente nada para que a cadeia da cidade possa ser considerada como um estabelecimento prisional próprio dos novos tempos. Faltará, diz Paulo Moimenta Carvalho, melhorar as condições físicas do complexo prisional. Está por isso previsa uma requalificalção.

Oiça aqui: