Os números mostram que o termalismo em Portugal cresceu este ano, tanto ao nivel dos frequentadores das estâncias termais como em volume de negócios (particularmente na região Centro do país). O chamado termalismo do bem-estar tem aumentado, mas o grande crescimento em 2019 regista-se na área terapêutica, que estava praticamente em estagnação. No distrito, dois dos complexos termais de referência situam-se em Longroiva (no concelho da Meda) e no Cró (concelho do Sabugal). Cristina Mota, directora dessas termas (que são geridas pelo mesmo grupo) confirma a tendência de crescimento registada este ano.

Oiça aqui: