«As pessoas estão a ficar doentes» e «fartas» de esperar. No final deste mês o maior cliente da fábrica da DURA em Vila Cortês do Mondego vai transferir grande parte da produção para outra unidade, na Índia. E o desabafo do coordenador da Comissão de Trabalhadores, Paulo Ferreira, resume o estado de espírito de quem não sabe o que vai acontecer.

Oiça aqui.