Do lado do CDS, o cabeça de lista pela Guarda e líder da distrital assumiu a derrota. Numa primeira reacção, Henrique Monteiro começou por felicitar o Partido Socialista pela vitória e realçou , pela negativa, os números da abstenção, que podem ajudar a explicar os resultados, bem como o surgimento de novos partidos na área da direita. Sobre o futuro do partido após a saída de Assunção Critas, o candidato está convencido de que o partido irá encontrar soluções para continuar um trabalho que diz ser indispensável à democracia portuguesa.

Oiça aqui: