No tempo em que a Guarda era conhecida pelos três éfes de fria, farta e feia, o jovem José Saraiva Martins, de Gagos do Jarmelo, riscava o mau epíteto nos livros da escola primária. Oito décadas depois, a cidade - agora farta, forte, fria, fiel e formosa - prestou-lhe homenagem, dando-lhe o nome de uma avenida. E o bispo Manuel Felício recordou este episódio, como prova da ligação do cardeal às origens.

Oiça aqui: