A meio da tarde ainda prosseguiam na Câmara da Guarda as buscas relacionadas com a operação "Rota Final", lançada pela Polícia Judiciária em 18 autarquias do norte e do centro do país e no grupo de transportes Transdev. Cinco desses municípios são da região: Guarda, Pinhel, Almeida, Belmonte a Fundão. O presidente da Câmara da Guarda, Carlos Monteiro, confirmou as diligências em delarações à comunicação social, à margem da apresentação de uma prova desportiva. Isto depois de, num primeiro comunicado, ter já referido que «no âmbito destas buscas foi solicitado pela PJ um exame e a consulta de um conjunto de processos relativos à contratação de serviços, nomeadamente de transportes»,  adiantando que «o Município da Guarda em face das buscas realizadas prestou a necessária e a adequada colaboração com vista ao cabal esclarecimento da verdade nos presentes autos». Mas logo nesse comunicado, e mais tarde nas declarações, sublinhou que «nenhum dos colaboradores ou eleitos em exercício nesta autarquia foram constituídos arguidos ou obrigados a prestar quaisquer declarações». À hora a que falou à imprensa, Carlos Monteiro disse não ter ainda contactado o ex-presidente da Câmara, Álvaro Amaro.

Oiça aqui: