A Polícia Judiciária acaba de anunciar que está a realizar buscas em 18 municípios no norte e do centro do país, relacionadas com suspeitas sobre contratos para a concessão de transportes públicos.

Entre as Câmaras onde decorrem neste momento diligências estão cinco da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela: Guarda, Pinhel, Almeida, Belmonte e Fundão. As restantes são as de Águeda, Armamar, Barcelos, Braga, Cinfães, Lamego, Moimenta da Beira, Oleiros, Oliveira de Azeméis, Oliveira do Bairro, Sertã, Soure e Tarouca.

A operação, com o nome de código “Rota Final”, incluiu também buscas em entidades públicas e empresas. Ao todo, são 50 as acções realizadas, envolvendo cerca de 200 elementos da Polícia Judiciária.

“Mediante actuação concertada de quadros dirigentes de empresa de transporte público, de grande implementação em território nacional com intervenção de ex-autarcas a título de consultores, beneficiando dos conhecimentos destes, terão sido influenciadas decisões a nível autárquico com favorecimento na celebração de contratos públicos de prestação de serviços de transporte, excluindo-se das regras de concorrência, atribuição de compensação financeira indevida e prejuízo para o erário público”, refere a Polícia Judiciária em comunicado.