Pode haver uma esperança para a fábrica de confecções de Famalicão da Serra, que fechou há dois meses e deixou cerca de 70 pessoas no desemprego. Se o pedido de insolvência não avançar há um empresário eventualmente interessado em reabrir a unidade fabril. É uma possibilidade, revelou ontem na reunião de Câmara o presidente, Carlos Monteiro.

Oiça aqui: