Na primeira visita à Guarda enquanto cabeça de lista ao Parlamento Europeu, Pedro Marques escolheu simbolicamente uma empreitada pública que tenha sido apoiada por fundos comunitários. Nenhuma das grandes obras que o Partido Socialista concretizou com apoio da Europa enquanto foi poder na Câmara (três centros escolares, o Teatro Municipal da Guarda ou a Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço, entre outras) mas um jardim de infância recentemente requalificado. São as verbas comunitárias que permitem intervenções como esta, assinalou. Noutro plano, o ex-ministro das Infraestruturas destacou a «obra feita» pelo Governo de que fez parte, nomeadamente o investimento em curso para a reabertura da Linha da Beira Baixa. O candidato às eleições europeias de Maio começou a tarde em visita à empresa Olano e reuniu com dirigentes académicos no Instituto Politécnico, antes de um plenário de militantes e simpatizantes no Café Concerto do TMG.

Oiça aqui: