É mais um apelo do comandante dos Bombeiros Voluntários da Guarda para a criação de uma segunda Equipa de Intervenção Permanente no quartel da corporação da sede do concelho. Não é a primeira vez que Paulo Sequeira fala do assunto mas o tempo passa e não há reforço de meios humanos. É uma situação incompreensivel, diz Paulo Sequeira, que alerta para o risco de segurança de pessoas e bens.

Oiça aqui: