O antigo director do Teatro Municipal da Guarda é o novo director-geral das Artes, anunciou hoje o Ministério da Cultura. Será nomeado em regime de substituição a partir da próxima quarta-feira, 13 de Fevereiro. 

O novo director-geral das Artes sucederá a Sílvia Belo Câmara, que manifestou a indisponibilidade para se manter em funções. No passado dia 25 de Janeiro, o Ministério da Cultura anunciava que Susana Graça assumiria o cargo a partir de 1 de Fevereiro mas reverteria imediatamente a decisão, após tomar conhecimento da existência de um processo judicial que a própria tinha movido à direcção-geral que passaria a liderar.

Animador cultural, poeta, actor e encenador, Américo Rodrigues nasceu na Guarda em 1961, foi director do Teatro Municipal da Guarda entre 2005 e 2013 e coordenador da Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço entre 2015 e 2018. Actualmente é técnico superior da Câmara da Guarda, na área da Educação.

Tornar-se-á o quarto director-geral das Artes desde que o actual Governo tomou posse, sucedendo a Carlos Moura-Carvalho, Paula Varanda e Sílvia Belo Câmara.