Esta tarde voltou a tocar a sirene, na Torre dos Ferreiros, devido à falta de bombeiros para combater um incêndio que deflagrou numa zona de mato, no Tintinolho. Mais uma situação que leva o comandante dos voluntários da Guarda a reclamar uma segunda equipa de intervenção permanente no quartel. A que existe estava ocupada em situações assistência pré-hospitalar.

Oiça aqui: