Uma grande onda de cidadania para lutar por tudo aquilo a que a Guarda tem direito na área da saúde. É este o objectivo do Movimento de Apoio à Saúde Materno-Infantil, apresentado no sábado, que quer ter a maior abrangência possível. Nada tem a assinalar acerca da competência dos profissionais do Hospital Sousa Martins mas reclama investimento, desde logo nas instalações. Esta e outras questões vão ser levantadas pelos promotores numa visita já agendada para meados do mês, que incluirá uma reunião com a administração da Unidade Local de Saúde.

Oiça aqui: