O Partido Socialista não apoia nenhum dos candidatos à presidência do Instituto Politécnico da Guarda. De resto, o vereador Eduardo Brito declara que nem os conhece pessoalmente. Da parte da maioria, Álvaro Amaro revela que já reuniu com dois deles (os que lhe solicitaram esse encontro) e dá o apoio àquele com quem tem vindo a trabalhar desde que é presidente da Câmara (e já antes, conforme sublinha): o actual vice-presidente, Gonçalo Poeta Fernandes. A questão foi colocada pela Rádio a ambos, após a reunião do executivo da passada segunda-feira. Para o líder dos socialistas na autarquia, é pouco relevante a escolha que venha a ser feita no próximo dia 31, pois o que conta é a estratégia. Mas Álvaro Amaro considera fundamental a existência de boa relação e cooperação entre a Câmara e o Politécnico, lembrando que a cidade só perdeu quando tal não existiu. E recusa ver na possível eleição de Gonçalo Fernandes apenas uma continuidade.

Oiça aqui: