O comando para os distritos da Guarda e de Castelo Branco da Companhia de Intervenção de Protecção e Socorro da GNR vai ficar sediado na Guarda. Mas as instalações na helipista junto ao hospital não oferecem condições para o funcionamento em permanência. A Câmara vai, por isso, disponiblizar um espaço provisório na Quinta da Maúnça, onde será construído um hangar para helicópteros e ficarão baseadas as viaturas de socorro, bem como as equipas de intervenção.

Oiça aqui: